Вријеме  3 сата 39 минуте

Број тачака 434

Uploaded 28.03.2020.

Recorded децембар 2014

-
-
364 m
30 m
0
1,2
2,5
4,98 km

Погледана 671 пут(a), скинута са сервера 22 пут(a)

близу Cachoeira, Paraná (Brazil)

TERCEIRA ANTENA DO SIRIRICA


Percurso de ida e volta à também denominada "3a Placa do Siririca", mas que paradoxalmente não fica no Siririca.. Trata-se de uma antena tipo painel, para retransmissão de sinais de rádio igual àquelas duas existentes no topo do Monte Siririca e com as quais ela se alinha, visando receber os sinais vindos de Curitiba para acionamento à distância das comportas da Usina Governador Parigot de Souza, ali próximo, em Cachoeira de Cima (Bairro Alto), Antonina.

A história da usina, um marco da engenharia civil e da geração de energia elétrica brasileiras, é por si só digna de um livro e pode ser vislumbrada no sítio eletrônico da Copel, no artigo da Wikipedia e no excelente artigo do amigo Pedro Hauck.
A tal antena fica localizada no topo de um pequeno morro, próximo do vilarejo localizado às margens da PR-340, que faz parte do bairro denominado Cachoeira de Cima, ou Bairro Alto, em Antonina, distante cerca de 6,9 km do trevo de Cacatu, para quem vem de Antonina.

A entrada para acesso ao local onde fica a antena se dá por propriedade particular, que é acessível de carro ou a pé a partir da rodovia, à esquerda de quem vem de Antonina. Como a entrada da mesma é meio escondida, necessário ficar atento para uma discreta rua de terra batida, pouco antes de uma lombada na rodovia, cerca de 100m antes da ponte do Rio Santa Rosa. Seguir nessa ruazinha por cerca de 250m, passando um portão, para chegar à casa do Sr. Dego. Logo atrás da mesma começa a trilha.

Como se trata de propriedade privada, é necessário pedir autorização de acesso, o que é feito diretamente no local, com o simpático proprietário, o Sr. Dego, gente boa e que normalmente a concede de bom grado, sem cobrança de taxas. Apenas uma boa conversa. Cordialidade e respeito mantém as porteiras sempre abertas!


CARACTERÍSTICAS DO TRAJETO:
A trilha é bem aberta e marcada, e não oferece dificuldade de orientação, apesar de não haver sinalização indicativa, pois é constantemente roçada para manutenção das linhas de alta tensão pelos funcionários da usina.
A caminhada evolui tranquila em leve subida nos primeiros 15 minutos de percurso, margeando o Rio Santa Rosa e em meio à Mata Atlântica, mas não se recomenda usar daquela água para beber. Após os primeiros 1100m a subida vai se tornando mais forte até a antena, mas nada exaustivo. Em alguns trechos curtos, conforme a época do ano, a trilha pode estar lisa, mas mesmo assim sem grandes dificuldades.
Do topo do morrote onde fica a antena é possível visualizar as facetas da encosta leste do Pico Paraná e de outras montanhas da região. Visual belíssimo.
Torna-se um belo programa de caminhada, especialmente se associada a alguma outra trilha pela região do Bairro Alto, para aproveitar o longo deslocamento de carro ou de ônibus até lá.


DIFICULDADE:
A trilha é de exigência física leve, com ganho altimétrico total de 300m, com baixo gradiente nos primeiros 1000m e que depois vai aumentando de forma constante. Com isso, apresenta graduação nível fácil (segundo classificação baseada no padrão MIDE tropicalizado).
O tempo de duração da caminhada até a antena não leva mais do que 1h40 (ida), num ritmo relativamente tranquilo. É comum os cães do Sr. Dego acompanharem os caminhantes na ida e no retorno até a antena.
Como este percurso não apresenta dificuldades técnicas, não são exigidas técnicas especiais de progressão, escalaminhada, tampouco equipamentos adicionais.


RECOMENDAÇÕES GERAIS
Como todo percurso em ambiente natural, há riscos que devem ser conhecidos e avaliados pelo caminhante, tais como quedas de mesmo nível, encontro com animais peçonhentos (cobras), insetos nocivos (aranhas, carrapatos, abelhas).
- Recomenda-se SEMPRE o uso de calçado adequado para trilhas em terrenos acidentados: no caso bota de trekking com bom suporte ao tornozelo e calcanhar. Recomenda-se também portar equipamentos básicos para qualquer caminhada, como lanterna de cabeça e pilhas sobressalentes, proteção contra chuva e frio – como um poncho ou anoraque e comida e água suficientes para se manter num dia de jornada.

Ao trilhar pela região você também se torna responsável por ela. Lembre-se:
- Você é o principal responsável por sua saúde e segurança. Preste atenção onde pisa, onde senta e onde se segura. Cobras, aranhas e outros insetos potencialmente perigosos podem ser encontrados na área e constituem riscos reais em qualquer área natural, especialmente nas estações de primavera e verão.
- TRAGA TODO o seu lixo de volta consigo. Se você foi capaz de levar uma embalagem cheia, não vai cair teu braço de trazê-la de volta vazia e dispensá-la corretamente no lixo. Isso inclui suas bitucas de cigarro se você possui o hábito de fumar. Uma latinha metálica dessas pastilhas de hortelã tipo Mentos-Kiss com um pedaço de algodão embebido em água dentro é ideal como cinzeiro, e para carregar suas bitucas com você!
- NÃO DESMATE, NÃO ARRANQUE plantas tais como árvores, flores e cipós. Também não risque ou marque os caules de árvores, tampouco faça marcas ou pichações na antena, em mourões de cercas e outras estruturas que possa encontrar pelo caminho.
- NÃO FAÇA FOGUEIRAS - toda a área é de preservação ambiental e fica sensível a incêndios, especialmente no inverno, quando tudo fica muito mais seco. EVITE ao máximo FUMAR na área e, se o fizer já sabe: não descarte suas bitucas no chão - apague-as com água e traga junto com o seu lixo;
- FAÇA SILÊNCIO e desfrute da natureza como ela é, inclusive seus sons característicos – que não incluem qualquer estilo musical (por mais que você goste) e tampouco as incríveis vocalizações de bípedes como nós;
- Necessidades fisiológicas devem ser feitas longe de cursos d'água (pelo menos a 50m de distância). Dejetos sólidos devem ser enterrados e o papel higiênico trazido de volta com seu lixo;
Agindo desta forma você não se coloca em risco e nem a outras pessoas, como seus próprios companheiros de caminhada ou ainda terceiros que poderiam ser acionados para um resgate, além de contribuir para a preservação do local e da região como um todo, mantendo-os belos e interessantes aos que por ali irão passar depois de você. RESPEITE!


Mais fotos e relatos sobre esse percurso em:
. Blog Mais Montanha, do amigo Josimar Cubis.
. artigo do montanhista Élcio Douglas no site Alta Montanha.


"A natureza também pertence aos que ainda estão por vir"
Boas trilhas!

View more external

Orijentir

Acesso Início da trilha

Início da Trilha 3a. Antena Siririca
Orijentir

Torre AT

Torre AT
Orijentir

Torre AT

Torre AT
Orijentir

Portão

Portão Sr. Dego
Planinarski dom

Casa

Casa Sr. Dego
Panorama

3a Antena

3a Antena Siririca

Коментари

    You can or this trail